Monthly Archives: Agosto 2012

Colarinho Branco

Padrão

Este slideshow necessita de JavaScript.

Seja na versão clássica da simples camisa branca, na versão mais cool de uma t-shirt básica, ou no spin-off da estação (o nude ou rosa-pastel), qualquer fashionista sabe que este é um bom começo para um outfit, seja ele casual ou mais “arranjadinho”. A Ivone Silva tinha o seu “simples vestido preto” (o LBD) e nós temos a “camisa do namorado”, que coordena com jeans, calções de ganga, saias esvoaçantes ou peças mais estruturadas. Aqui ficam algumas sugestões de looks, cortesia do FrugalFashionista. O meu favorito é o da Michelle Williams – cool e sóbrio. Qual é o vosso preferido?

Até já!

Fomos às compras…

Padrão

Ora, voltar a entrar numa loja, depois de um longo período de férias, é sempre complicado, especialmente se nas prateleiras estão as novas peças da coleção de Outono. Dá vontade de renovar o guarda-roupa inteiro, e a tentação de gastar o que não se tem é grande. Desta vez, porém, fui com um objetivo claro: ajudar a amiga M. a encontrar algumas peças-chave para novas tarefas profissionais que irá iniciar. Como isso implica lidar com o público, mas também com entidades oficiais, o dress-code é semi-formal, o que implica dizer bye-bye às t-shirts da Minnie e gangas claras, e olá aos blazers e às peças mais estruturadas – graças a Deus, a ganga escura é aceitável. E do que precisávamos nós? De começar pelos básicos!

A primeira incursão foi pela Mango, que é sempre o meu ponto de partida para tudo relacionado com “trabalho”. Os tecidos e os cortes são bons, os preços equilibrados, a oferta variada. Íamos de olho nos blazers, mas o objetivo principal foram as calças. Curiosamente, e apesar de um par de calças pretas ser um bom ponto de partida, e porque o seu armário já tem muitas peças escuras, a M. convenceu-se a trazer um par em tom creme. Boa escolha! Vimos várias opções de tops, e este foi o favorito (é mais escuro ao vivo), mas este azul funcionava melhor com o tom das calças. Ficaram para a próxima. Seguiu-se a H&M, que já tinha sido explorada a solo, e revelou um blazer interessante, mas ainda não estávamos convencidas. Next stop: Zara! Aí mostrei-lhe a minha aquisição recente – as calças com padrão geométrico – e tivemos tempo para namorar umas peças de inspiração militar e uns casacos de malha… que foram direitinhos para a minha wishlist!

Ainda demos um salto à Benetton, que ainda tem peças com um apetecível desconto de 70%, e descobri um casaco que namorei em tempos, de meia estação, por uma pechincha. Problem: não me servia. Solução: servia à M., que ficou com uma peça linda para lavar e durar. Sortuda!!! Terminámos a ronda na Pull&Bear para vistoriar as parkas de inspiração militar e – tcharam! – um charriot de blazers, de várias cores, a €19,99! Pensei “os acabamentos devem ser uma tramp@!”, mas… não eram! Fantásticos, com um forro bonito, pespontado, dois bolsos interiores… e uma versão navy que me estava a faltar no armário veio connosco para casa. Yei! A M. não conseguiu encontrar o seu tamanho, mas não vamos desistir… ainda demos uma vista de olhos na Lanidor, mas as micro-malas não me convenceram. Fica para a próxima!

Até já!

 

Novas tendências nos pés

Padrão

O WhoWhatWear traz-nos algumas ideias sobre o que calçar quando o frio começar a aparecer – olá noites fresquinhas! – e eu obviamente escolho botas. Sim, os sapatos “masculinizados” são um ar trendy a muitos coordenados, mas eu não sou dessas. Só tive um par de mocassins quando era adolescente, e a coisa morreu por aí (mas eram giros, em verde azeitona, um must). Enfim, em breve trago sugestões de botas, para ver se concordam comigo.

Até já!

On-line shopping

Padrão

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para além das montras reais, andei também a vasculhar algumas montras virtuais, que já nos dão várias opções para a nova estação. Como não podia deixar de ser, comecei na Asos, mas não deixei de espreitar o Net-a-Porter  (onde passei muuuuuito tempo). Um mix de coisinhas giras, infelizmente nem todas acessíveis à nossa bolsa, para nos inspirar as compras quem hão de vir. Importante não esquecer que este é o inverno das calças com padrão, seja ele geométrico (lembram-se da coleção da Prada?), animal ou floral, e dos casacos “statement”, portanto escolham as vossas peças já! E sim, os casacos Burberry custam MESMO aquele preço, mas uma pessoa pode sonhar, não pode?

Até já!

Some little things from my on-line browsing at Asos and Net-a-Porter (a girl can dream, can’t she?), although I already have my statement geometric print pants for the season (thank you Zara!). Now, if I could only decide on a new coat…

Garance na Vogue Paris

Padrão

Leituras de Agosto, com a Vogue Paris ao centro (na capa, a modelo Lara Stone)

Uma “rapidinha” só para vos dar a notícia: Garance Doré, uma das minhas bloggers/fotógrafa de street style favoritas, passa a colaborar regularmente com a Vogue Paris, numa coluna de conteúdo humorístico, obviamente sobre moda. A primeira saiu recentemente na edição de Setembro da renovada revista, agora sob a alçada de Emmanuelle Alt que, numa história tipo telenovela, substituiu a anterior editora, Carine Roitfeld, que agora anda às voltas com vários projetos (uma revista e uma linha de make-up incluídas).

Como o meu francês está enferrujado, ainda não a decifrei toda – mas só lhe pus as mãos ontem, portanto sejam simpáticas – mas fala sobre o clássico smoking masculino, porque as mulheres o devem usar, e como o fazer. O título? “O smoking: como utilizar” (tradução livre da minha pessoa), e começa mais ou menos assim: “A Vogue vai-vos falar sobre o preto, e eu vou-vos falar de moda na Vogue, que fala sobre o preto. Problema: eu nunca uso preto.” Mesmo ao estilo de Garance

Até já!