Pérolas a… ladrões? Edição Óscares 2015

Padrão
Solange, irmã da Beyonce, recebe o prémio de "Eu sei que vocês não percebem, mas eu percebo, e ela está o máximo". (design de Christian Siriano)

Solange, irmã da Beyonce, recebe o prémio de “Eu sei que vocês não percebem, mas eu percebo, e ela está o máximo” (em Christian Siriano)

Anos houve em que ficava acordada até às belíssimas 4 da matina para ver a cerimónia dos Óscares. Pelos filmes vencedores e pela cerimónia em si uma mega produção que me divertia a desmontar, imaginando o tamanho e a especificidade da equipa por detrás da “máquina”. Mais tarde, veio a transmissão da red carpet – com a explosão das revistas de “celebridades”, dos sites de auto-proclamados “cronistas sociais”, dos blogs, com a globalização da “cusquice” – que se tornou quase tão importante como o evento em si. Só para terem uma ideia, passou de 30 minutos para 1h30, a partir de 2011, e tem direito a uma entrada própria na Wikipédia. E a pergunta “o que está a usar?” tornou-se na mais ouvida nas duas horas que antecedem o espetáculo.

Scarlett Johansen recebe o prémio de "estou disfarçada de vaso Ming, com um vestido que não faz mais nada do que afastar-me as margaridas cerca de 1 metro do seu lugar original"

Scarlett Johansen recebe o prémio de “Muita coisa junta”. Tira o colar, rapariga! (em Versace)

Laura Dern recebe o prémio de "Cavaleira do Século XXI" (em Alberta Ferretti)

Laura Dern recebe o prémio de “Cavaleira do Século XXI” (em Alberta Ferretti) – tirava-lhe o colar e trocava a clutch por uma em vermelho.

Já alguma vez percorreram a dita passadeira? Ok, pergunta retórica: eu também não. Para os atores e atrizes, realizadores e produtores, cantores ou convidados conhecidos em geral, é uma espécie de inferno auditivo na terra, com dezenas de fotógrafos a gritar – literalmente – instruções: “Olha para aqui! Um sorriso! Dá um passo! Alguém tire dali o marido! Mostra mais perna!!” (Ah, sim, são super educados…)

Gwyneth Paltrow recebe o prémio de "Façam o que fizerem, eu nunca falho" - e nunca falha mesmo, caramba! (em Ralph and Russo)

Gwyneth Paltrow recebe o prémio de “Façam o que fizerem, eu nunca falho” – e nunca falha mesmo, caramba! (em Ralph and Russo)

Depois da primeira bateria de fotografias, seguem-se as entrevistas agendadas pelos Relações Públicas com as equipas de reportagem, e as perguntas são invariavelmente as mesmas: “O que está a usar? É a sua primeira vez nos Óscares: está nervoso(a)? Como foi trabalhar com o ator/atriz/realizador X? Confiante para hoje? Tem algum favorito?” As respostas também são bastante formatadas, e se os intervenientes falassem na 3a pessoa podíamos achar que estávamos no rescaldo do Benfica-Boavista, com um empate a 1 bola. (O quê? Não me digam que nunca repararam no guião do típico jogador de futebol? “A partida foi bem disputada, aproveitámos bem os espaços nas jogadas de contra-ataque, tivemos várias ocasiões para marcar, mas o adversário foi mais feliz…”)

hbz-oscars-2015-cate-blanchett_maison margiella

Cate Blanchett recebe prémio duplo: “Até um saco do lixo fica bem na minha pessoa” e “É assim que se usa um colar, Scarlett!” (em Maison Margiella)

 

Keira Knightley em valentino

Keira Knightley recebe o prémio de “Grávida gira mas as letras estragam o efeito de ninfa” (em Valentino)

Nos últimos anos, as equipas de canais de televisão como o E!, a ABC (que tem os direitos de transmissão) ou mesmo os canais online, como o Yahoo!, investem à séria na cerimónia, com entrevistadores muito bem preparados (menos perguntas formatadas), vestidos a rigor e compenetrados na seriedade do seu papel – até quando lhes entornam uma urna de farinha em cima. E as câmaras captam todos os pormenores: jóias, cabelo, sapatos, unhas…

Lupita Nyong'O recebe o prémio de "Vestido mais falado - e bem catita" (em Calvin Klein)

Lupita Nyong’O recebe o prémio de “Vestido mais falado – e bem catita” (em Calvin Klein)

No entanto, a história acontece fora da red carpet: o vestido Calvin Klein de Lupita Nyong’O com pérolas bordadas, que supostamente vale 150.000 dólares, foi roubado do hotel onde a atriz estava alojada. Dois dias depois, foi devolvido num saco de plástico, ao mesmo local, graças à intervenção – lá está – de um dos sites de cusquices, que foi contactado pelo ladrão (aparentemente, este achou que as pérolas seriam verdadeiras e queria vendê-las à peça). Totó!

Jessica Chastain recebe o prémio "Tira-lhe a fita e estavas perfeita" (em Givenchy)

Jessica Chastain recebe o prémio “Tira-lhe o drapeado e estavas perfeita” (em Givenchy)

Nicole Kidman numa cor que não lhe fica bem, ganha o prémio "Que raio de cor de cinto é essa???" (em Louis Vuitton)

Nicole Kidman numa cor péssima, ganha o prémio “Que raio de cor de cinto é essa???” (em Louis Vuitton) – mas adoro a sandália!

Quanto a vestimentas, não surgiu nada de verdadeiramente surpreendente. Fiquei triste que as versões “XL” andem sumidas – cada vez mais as atrizes preferem os vestidos fluídos e de cortes justos ao corpo, em detrimento dos vestidos de baile, tipo princesa, e é uma pena, porque há tão poucas ocasiões para se usarem 100 metros de tule bordado… não é, JLo? Nunca me desilude, esta senhora…

Até já!

Jennifer Lopez (em Elie Saab)

Jennifer Lopez – versão “mais do mesmo”, e sem falhas – ganha o prémio “Rainha dos Nudes” (em Elie Saab)

Créditos: Hapers’ Bazaar

Anúncios

Diga de sua justiça...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s