A vontade era muita, já tive outros blogs, mas foram sempre tentativas – pessoais – de passar para o preto e branco ideias sobre temas definidos. Este é diferente. Este é para tudo, para ventilar e partilhar, entreter e desperdiçar… tempo, espaço, pensamentos e palavras. Sobre o quê? Ui… trapos, what else? E tudo o que lhe anda por perto…

Assumo-o ambicioso mas sem pretensões. Pessoal mas partilhado. Sincero mas planeado.

Porquê “Laranjas e Leopardos”? Bom, isso não é fácil de explicar. São duas palavras que gosto. Um fruto e um animal. Uma cor e um padrão. Um sabor. A elegância e a velocidade. O familiar, habitual, e o risco, o selvagem.

E uma história (minto, duas) por detrás: como não sou amiga de doces, nem bebo café, acompanho a família e amigos com fruta. Por norma, a laranja. Como não sou amiga de padrões, uso fundamentalmente peças de vestuário de cores sólidas – lisas. Um dos primeiros riscos calculados – e recentes – no guarda-roupa foi uma écharpe de padrão leopardo. E assim surgem as Laranjas e Leopardos: o conforto e o risco, o conhecido e o desconhecido.

Citando (e traduzindo) Audrey Hepburn:

“Eu acredito no cor de rosa. Eu acredito que rir é a melhor forma de queimar calorias. Eu acredito no acto de beijar, beijar muito! Eu acredito em ser forte quando tudo parece correr mal. Eu acredito que as raparigas felizes são as raparigas mais bonitas. Eu acredito que amanhã é outro dia e acredito em milagres.”

Até já!

2 responses »

Diga de sua justiça...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s