Tag Archives: Pliage

Tuesday cravings (de aniversário)

Padrão
Pliage "Lm Metal", prenda de aniversário de Mim para Moi! :)

Pliage “Lm Metal”, prenda de aniversário de Mim para Moi! 🙂

Anúncios

Favorita das favoritas…

Padrão
Pliage "Fleurs de Ravello" (versão azul)

Pliage “Fleurs de Ravello” (versão azul)

Começo com uma confissão: a minha marca favorita de malas é a Longchamp. Tipo: dahhh…

São diversas as razões, que até posso enumerar, mas tudo se resume numa palavra: Pliage. Não seria preciso referir a versatilidade deste modelo, nem o facto de ser um clássico, muito menos a ideia de que pode ser adquirido por pessoas que não são milionárias (mas este lado democrático agrada-me bastante), basta-me pensar que posso limpar a dita com um pano húmido sem que hajam consequências de maior, usá-la com jeans ou saltos altos (e com ambos), usá-la ao ombro ou na mão, de verão ou inverno…

Edição especial "Ano do Cavalo", o signo Chinês de 2014.

Edição especial “Ano do Cavalo”, o signo Chinês de 2014. Não é uma fofa???

“Ah, e tal, é malinha de avó!” Isso era dantes, minhas amigas! As Pliages são para todas as idades – a minha mãe tem duas, eu tenho (errrrrr… 5?) e a minha cunhada de 19 anos adquiriu recentemente a sua primeira…

Read the rest of this entry

Já foram aos saldos?

Padrão
Casaquinho da Zara - giro, mas ainda caro.

Casaquinho da Zara – giro, mas ainda caro.

Pergunta parva, claro que sim! E eu também, porque é para isso que serve o L&L, certo?

(Agradeço a quem está neste momento a insultar-me mentalmente só por pensar em gastar dinheiro em compras, em roupa, etc., e que devo ser uma consumidora desenfreada, que não tenho vergonha, com o país nesta situação, e tal e coiso, que se refreie. Ficai sabendo que este blog é mesmo para isso, que comprar em saldos significa poupar dinheiro, que o consumo ajuda a economia a crescer e quem não gostar que se mude. Sugiro uns sites muito simpáticos sobre receitas da Bimby, que dão sempre jeito – apesar de a dita máquina custar uma fortuna. Adiante.)

Então o meu resumo dos últimos dias: o tal colete de pêlo evaporou dos cabides da Pull&Bear assim que entrou em saldo (passou para €25 e qualquer coisa), e nem online o apanhei. É para aprender a não hesitar quando o meu instinto me diz que sim. Assim sendo, vinguei-me na Mango, onde pesquei um cinto bege que muita falta me fazia, e um vestido de linha A muito colegial, em pied de poule cinza e rosa (parecido com o que vos mostro, mas em manga curta). Da Zara – be still, my heart – veio um sobretudo de lã branco por menos de €40! Sim, a minha alma ficou parva, até porque os casacos deles não costumam ser assim tãoooo reduzidos, mas era de aproveitar, certo? Por acaso ia fisgada nestes sapatos, que já não existiam no meu número, mas na falta deles fiquei-me pelo casaco, que tem o corte do que vos mostro acima (mas não é o mesmo; este tinha mais €30 na etiqueta). Estive indecisa entre um casaco da Benetton no mesmo tom de amarelo-caril – a C. levou-o em azul navy- e o tal da Zara, mas ganhou o preço da nossa amiga espanhola. Mais sobrou para ir à Quebramar buscar um cachecol xadrez – a tendência anda por aí, já vos disse – e um conjunto à WomenSecret, porque uma rapariga nunca tem lingerie a mais (acho eu!).

Vestido colegial na Mango

Vestido colegial na Mango

Num segundo round, enfiamos as pechinchas on-line – uns botins pretos com fivelas que há muito me escapavam, direitinhos da ShopBop – e um rápido browsing ao El Corte Inglés, para sacar uma das minhas compras de saldos preferidas: chapéus! Um panamá italiano, em feltro castanho de tom “café com leite”, e giro, giro, giro! Fiquei com (mais) uma “Pliage” da Longchamp atravessada, que estouraria o orçamento todo – portanto lá ficou – mas encontrei uma camisa de xadrez da Levi’s com 50% de desconto que me deixou feliz. E pronto, acabaram-se as compras por estes lados, até porque as restrições orçamentais vão ser orientadas para uma ocasião específica (mais adiante conto a novidade). Para quem ainda não mergulhou nas lojas, ficam algumas ideias: vale a pena investir nos vestidos da Mango, nos blazers da Zara, na roupa interior da WomenSecret, nas malhas da Benetton e nas calças de ganga da Levi’s (50% na coleção “Curve” no El Corte Inglês). Ahh, já me esquecia: encontrei na Zara Home uma bela clutch leopardo (espreitem no Instagram em @laranjaseleopardos)! Teve de vir comigo para casa… E esta, em rosa-choque, também é muito jeitosa! 😉

E vocês? Encontraram coisinhas boas? Contem!

Até já!

Bag crush

Padrão

Pliage assinada por Mary Katrantzou

Confesso que sou fã da Pliage – da Longchamp – há algum tempo, sobretudo das edições especiais – desde a mala com aplicações de Tracey Emim às malas-postais de Jeremy Scott. Tenho duas, ambas modelos de exposição, resgatadas em saldos, a menos de metade do preço original (yupi!). A última colaboração da marca veio, este ano, ultrapassar as minhas expectativas, se é que era possível: Mary Katrantzou, a designer grega, famosa pelo uso de padrões coloridos e exuberantes, que “explodiu” nas passerelles em 2010, deu à íconica Pliage um novo look – que rapidamente esgotou em muitos pontos de venda. A própria marca já não consegue assegurar todos os formatos da parceria, pelo que será difícil conseguir pôr as minhas mãos numa – snif! Quem sabe um dia…
Até já!