Tag Archives: Vivienne Westwood

Globos de Ouro, parte I: Ladies in Red

Padrão

 

Jennifer Garner em Vivienne Westwood - para mim, uma das melhores da noite!

Jennifer Garner em Vivienne Westwood 

Ontem à noite, em Los Angeles, a Associação de Imprensa Estrangeira dos EUA entregou os seus prémios para TV e Cinema, numa cerimónia que serve sobretudo de antevisão para os Óscares, mas que marca também o arranque “oficial” da red carpet season do ano – e da época de observar, aplaudir ou criticar as indumentárias que por lá passeiam. Este ano, temos tanta coisa para ver, partilhar, comentar – meu Deus, que canseira! – que decidi dividir a análise às modas em vários capítulos, para que devidamente possamos apreciar o trabalho dos artistas envolvidos em toda a sua plenitude. Hoje, a tendência de cor que mais marcou a noite: o vermelho!

Jennifer Lawrence em Dior Haute Couture

Jennifer Lawrence em Dior Haute Couture

Zooey Deschanel em Oscar de la Renta

Zooey Deschanel em Oscar de la Renta

Marion Cotillard em Dior Haute Couture

Marion Cotillard em Dior Haute Couture

Claire Danes em Atelier Versace

Claire Danes em Atelier Versace

Carey Lowell e o marido, Richard Gere, ambos em Giorgio Armani

Carey Lowell e o marido, Richard Gere, ambos em Giorgio Armani

A vencedora, neste conjunto, é decididamente Jennifer Garner, embora o Dior de Zooey Deschanel também não desapontasse – só é pena ela o ter coordenado com pérolas, tipo “baile de finalistas”. As assimetrias do vestido de Marion C. não me convenceram, e o peito do vestido da Jennifer Lawrence é, visto de lado, muito semelhante aos soutiens cónicos que Gaultier desenhou para Madonna, há coisa de 20 anos (vejam aqui outra foto). Uma desgraça, portanto… Ambas ganham pontos pelo uso do cinto metálico, uma das fortes tendências em acessórios que já focámos anteriormente. Claramente, os vestidos de baile estão a perder força – e elegância – face aos longos, de corte fluído. E eu aplaudo: só de pensar no desperdício de tecido…

Até já!

Créditos: Style.com

Anúncios

Parceiros de sucesso

Padrão

Nos últimos anos, assistimos ao fenómeno das parcerias entre as cadeias de maior consumo e os designers das grandes marcas ou celebridades/bloggers/atrizes transformadas em designers, como forma de dar mais visibilidade a uns e fortalecer a aceitação de outros junto ao grande público. A minha atenção foi captada para esta nova forma de criar “moda” pela parceria da Mango com as irmãs Cruz – Penelope (modelo) e Mónica (designer) – numa colecção “cápsula” lançada há alguns anos atrás. Também pela mão da Mango surge a atual coleção de Kate Moss, depois de uma bem sucedida aventura com a TopShop. A marca tem também uma mini-coleção com 3 bloggers europeias – e que não me cativou. Enfim, são gostos.

A H&M enveredou pelo mesmo caminho, há uns anos atrás, ao elaborar uma linha de vestuário – mais desportivo – para a tournée de Madonna, tendo em mente o seu corpo de bailarinos. E esta cadeia seguiu em frente, acabando por fazer esgotar todos os itens das suas parcerias com as casas de alta costura, sendo a Marni o último exemplo (adorei as pulseiras!), e a Versace o mais bem conseguido, na minha opinião. Agora, partiu para a roupa interior, associada ao sr. Beckham. Só pelos cartazes, vale a pena espreitar a secção masculina das lojas. Anyway…

Das centenas de parcerias que podia destacar, no entanto, fico-me pela mais divertida, arrojada e útil que encontrei nos últimos tempos: a da marca brasileira Melissa, que abriu recentemente uma loja no Soho, em NY, cimentando a sua veia expansionista (são os Descobrimentos, mas ao contrário). Com Jean Paul Gaultier, Jason Wu e Vivienne Westwood como cabeças de cartaz, a marca sai do tradicional chinelo de praia para as cunhas, sabrinas e saltos altos, todos em borracha perfumada, laváveis e giríssimos! As mini melissas então… ai ai…

Ficam alguns exemplos, mas podem encontrar todos os modelos no site da marca e em várias lojas espalhadas pelo país. E quem for ao Brasil (ou a NY), já sabe… ;o)

Até já!